::: BLOG da Fisiotrauma Excellence :::

Saúde | Bem Estar | Alimentação | Terapias | Todas

Dor na coluna: tratamentos que realmente funcionam

Data: 19 Dez 2017 | Visualizações: 987 | Seção: SAÚDE, BEM ESTAR, TERAPIAS

A dor lombar crônica (DLC) é uma condição de caráter multifatorial, que afeta pessoas de todos os gêneros, idades e etnias. Ao todo, 65% das pessoas sofre com o problema anualmente e até 84% pelo menos em algum período da vida. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as dores da coluna foram estimadas em aproximadamente 27 milhões de pessoas, a partir dos 18 anos.

Diante disso, a DLC tem se tornado uma importante causa de incapacidade funcional em todo o mundo, elevando a demanda por serviços de saúde e constituindo em um problema social e econômico importante. Sendo que seu impacto econômico é diretamente associado aos altos custos dos gastos em saúde e, indiretamente, à diminuição da produtividade.

Um fator de risco para a persistência da dor e sua posterior cronificação é a cinesiofobia. Este termo se refere a uma sensação irracional e excessiva de medo, relacionada aos movimentos e atividades, que trazem um sentimento de vulnerabilidade a lesões dolorosas ou de re-lesão. A persistência deste sintoma por longos períodos pode provocar o descondicionamento físico, resistência a atividade física, incapacidade funcional e até mesmo sintomas de depressão.

Tratamento da dor na coluna

Exercícios resistidos e aeróbicos, acompanhado por profissionais capacitados, assim como técnicas de terapia manual e estimulação elétrica são tratamentos eficientes no tratamento da dor lombar. Ainda assim, dependendo da complexidade do quadro do paciente com DLC, a avaliação diagnóstica e a definição da abordagem para tratamento são processos desafiadores e que requerem assertividade na escolha da abordagem clínica.

Entre as técnicas de terapia manual se destaca o Método McKenzie®, também conhecido como Método de Diagnóstico e Terapia Mecânica® (MDT). Enquanto estudos recentes demonstram que a Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) também é uma técnica eficaz para a redução da dor dos pacientes com dores lombares.

Ambos os métodos podem ser amplamente aplicados no tratamento específico das desordens lombares, sendo os mais utilizados para diminuição da dor e incapacidade no curto prazo. Apresentam poucos efeitos adversos e são métodos capazes de encurtar o período de tratamento, melhorando a qualidade de vida e reduzindo os custos da terapia. 

Outra vantagem dessas duas técnicas é que, por serem métodos que não necessitam de movimentos, como no caso do TENS, ou que o movimento seja indicado e inserido de forma gradual e bem avaliada, como se observa no MDT, aumenta-se a chance de respostas positivas em pacientes com quadros de cinesiofobia (aquele medo da dor que falamos anteriormente).

Rolo lombar para dor na coluna

Outra forma de tratar a dor na coluna muito prática é o rolo lombar. Esse pequeno dispositivo aí do lado é indicado para pacientes com dor lombar ou que têm dificuldade em manter a coluna em uma postura ajustada enquanto sentado. 

Deve ser usado principalmente por quem fica sentado muito tempo no dia a dia. Além de ajudar a eliminar a dor nas costas, o rolo lombar permite a manutenção da curvatura correta da coluna sem esforço muscular. 

O uso do rolinho e como usá-lo de forma adequada precisa ser indicado por um fisioterapeuta, após uma avaliação criteriosa. Então, se você tem dor na coluna e quer voltar logo a suas atividades diárias, sem dor e com mais qualidade de vida, entre em contato com a gente e marque uma avaliação: (61) 3345-6685. Vamos definir juntos qual o melhor tratamento para você!

 

Texto de Adriana Mariz e Arlley Kennedy, por meio de ECR